Publicado em Aprendizagem em Ação

Semana da Família – HGP

A FAMÍLIA DO ESTADO NOVO E ATUALMENTE

Ao longo dos anos, o conceito de família foi evoluindo.

      Os tempos de Salazar eram bastante rígidos. Havia muitas proibições e ninguém podia criticar o governo. A PIDE andava sempre na rua. As famílias tentavam lutar pela liberdade de expressão, mas de nada valia. A vida no campo era muito rigorosa. A alimentação era toda a base de sopa e pão, não havia muita gente que comesse carne e peixe. Os homens podiam bater nas mulheres que não eram punidos. A mulher era quase uma escrava de casa e o homem o trabalhador. A mulher e os filhos deviam obedecer às ordens do homem de casa. A família era ligada aos laços sanguíneos. Os direitos da mulher eram quase nenhuns. Não podia votar. Não podia ser juíza, diplomata, militar ou polícia. Para trabalhar no comércio, sair do país, abrir conta bancária ou tomar contracetivos, a mulher era obrigada a pedir autorização ao marido

Atualmente, a família continua a ser considerada o núcleo da sociedade. Passamos de uma família tradicional para uma família moderna com uma estrutura mais independente e flexível. As famílias são mais pequenas porque os casais têm menos filhos. Todos os membros da família colaboram  nas tarefas domésticas, ajudam-se entre si e todos trabalham ou estudam.

Hoje em dia, o conceito de família obedece a dois fatores, educação dada pelos pais, é muito importante para o desenvolvimento ético e familiar dentro da sociedade.

O segundo fator abrange a questão dos filhos saberem os seus direitos e deveres dentro da sociedade, aí a família tem um papel muito importante, na educação dos mesmos.

Hoje em dia vê – se uma evolução enorme no núcleo familiar a nível étnico também como a nível de adoção, neste caso os filhos não serem gerados pelos próprios progenitores, deixando de existir tabus sendo aceite pela sociedade, tal como, existir filhos de várias famílias dentro do mesmo núcleo familiar.
Embora esta evolução seja notória, nota-se também que existe a “outra face da moeda”, existe o lado negativo da adoção e a separação dos pais, dando processos judiciais longos e complicados, onde a criança sofre sempre as consequências. Os tempos livres entre pais e filhos é fundamental para equilíbrio familiar

Embora seja importante existem certas situações em que os pais ausentes, prejudicam esse mesmo equilíbrio, provocando assim situações que vão ficar marcadas na criança para o resto da vida.

Martim, 6ºA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s